Diretoria reavalia planejamento e mostra disposição de luta

A reunião mensal da Diretoria Plena do SindSaúde ABC, realizada ontem (28/09), no Centro de Formação Celso Daniel, acabou sendo, na realidade, uma revisão e atualização do Seminário Anual de Planejamento de 2018. A atual conjuntura frente às eleições do próximo dia 7 de outubro foi um dos fatos motivadores do encontro, que durou o dia todo.

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Santana, anfitrião do encontro, abriu o encontro e em sua fala destacou os cenários colocados frente à eleição. “Temos uma situação que coloca claramente a luta de classes, de um lado representantes do autoritarismo, do ódio, do preconceito, do retrocesso e do outro aqueles que querem a volta do crescimento e da soberania do país”, disse ele. “Nós, trabalhadores, só podemos estar do lado de quem nos respeita e não nos ataca. E esse lado está muito bem representado pelo companheiro Fernando Haddad, indicado por Lula, que foi impedido pelos golpistas de participar diretamente do processo eleitoral”, afirmou.

Anderson Francisco, conselheiro do Conselho Regional de Enfermagem (Coren-SP), fez uma prestação de contas da entidade. Logo depois, o presidente do Sindicato, Almir Rogério, o Mizito, deu alguns informes, anunciando que foi fechado acordo com o Sinamge, sindicato patronal das empresas de medicina de grupo. “É um acordo semelhante ao fechado com o Sindhosp, de reposição integral da inflação e avanço em cláusulas sociais”, observou.

Mizito também informou que a festa de confraternização de final de ano será no dia 1º de dezembro, um sábado, no Restaurante Florestal. “Apesar da situação em que a reforma trabalhista colocou não só o nosso sindicato, mas todo o movimento sindical, estamos conseguindo manter a nossa festa, que já é tradicional e um momento de descontração para a categoria”, concluiu.

O deputado estadual Teonílio Barba (PT-SP) também esteve presente na reunião. “Pedi aos trabalhadores da saúde que na reta final desta campanha se organizem para auxiliar a eleição dos candidatos e candidatas que têm o  compromisso de lutar pelos direitos da classe trabalhadora e por um país melhor e mais justo”, falou.

A revisão do planejamento começou ainda na parte da manhã e se estendeu até o final da tarde, também sob o comando do formador Fernando Guaru, que esteve à frente da atividade no final do ano passado.

Os trabalhos em grupo e as conclusões finais apontaram que o encontro foi produtivo. “A diretoria mostrou que está mais amadurecida, unificada e, principalmente, motivada, o que é muito bom”, disse Guaru.