A Campanha Salarial 2018 da categoria da saúde, que tem data-base em 1º de maio, foi o principal assunto discutido na reunião da Diretoria Plena do SindSaúde ABC, realizada na tarde desta segunda-feira (23/04), na sede da CNM-FEM/CUT, em São Bernardo do Campo.

“Se o patrão chamar para fazer acordo, procure imediatamente o Sindicato, pois isso é armadilha para retirar seus direitos”, foi o recado do presidente da entidade, Almir Rogério da Silva, o Mizito, à categoria.

Ele continuou: “Sempre foi importante a participação do trabalhador nas atividades do Sindicato, principalmente durante a Campanha Salarial. Mas este ano, com essa reforma que  serve só para prejudicar a classe trabalhadora, a participação de cada um ficou ainda mais relevante, seja vindo às assembleias, seja informando o Sindicato, para que o Sindicato possa tomar providências”, afirmou, ao concluir que, “em resumo, o Sindicato fará de tudo para não haver retrocesso, mas se não houver mobilização, não haverá conquista ”.

Lula Livre – Os diretores do Sindicato também discutiram sobre a participação do SindSaúde no episódio da prisão do ex-presidente Lula e o apoio da entidade à campanha Lula Livre, pois essa luta tem a ver com a luta em defesa da democracia, dos direitos, do emprego, do salário. “O trabalhador precisa saber quem realmente está do lado dele. Lula está preso por conta de uma suposta reforma no apartamento do Guarujá, que não houve e que a mídia não divulga. Apesar de todas as evidências, o juiz Sergio Moro mantém Lula preso. Ou seja, a quem interessa essa prisão? Para nós, está claro que a prisão é uma manobra para facilitar a retirada de direitos dos trabalhadores, pois todos sabemos que Lula é e sempre será um defensor da classe trabalhadora. É ele quem está do nosso lado e não a mídia ou esses representantes judiciários que aí estão”, disse Mizito.

Outros assuntos da pauta foram: informe e preparativos da Festa do Dia do Trabalhador da Saúde, que acontecerá no próximo dia 25 de maio, a partir das 20h, no Restaurante Florestal, em São Bernardo do Campo; informes gerais; e apresentação de uma nova parceria que o Sindicato está firmando, desta vez na área odontológica. “Em breve daremos todos os detalhes”, afirmou o presidente do Sindicato.