O SindSaúde ABC participou das manifestações de 1º de Maio em São Bernardo do Campo, pela manhã, e na capital paulista, à tarde. Os atos tiveram como tema a luta por democracia e pela liberdade do ex-presidente Lula.

Em São Bernardo, uma procissão que saiu da frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em homenagem a São José Operário, padroeiro dos trabalhadores, foi encerrada na Igreja Matriz da cidade, onde foi celebrada a Missa do Trabalhador.

Em São Paulo, a atividade foi organizada pela CUT, Intersindical e movimentos organizados nas frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. Realizada na praça da República, no centro da capital paulista, a manifestação reuniu cerca de 10 mil pessoas e contou com a participação de sindicalistas e artistas.

O presidente do Sindicato, Almir Rogério “Mizito”, que é também presidente da FETSS – Federação dos Trabalhadores em Seguridade Social no Estado de São Paulo, fez uso da palavra e destacou: “O povo não se deixa mais manipular pelos meios de comunicação e prova disso é esta praça lotada, com o povo exigindo democracia e liberdade para nosso presidente Lula”, afirmou. Ele também manifestou total solidariedade às vítimas do incêndio ocorrido na madrugada e que fez desabar um prédio de 24 andares no Largo do Paissandu, próximo à Praça da República.